Seja amigo do Barão

Ligado .

Fundado em 2010, o Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé vem se consolidando como referência na luta pela democratização da mídia no Brasil.

Entidade ampla e plural, o Barão reúne em seu conselho consultivo diversas personalidades destacadas na frente estratégica da luta de ideias, entre jornalistas, acadêmicos, ativistas da luta pela democratização da mídia e lutadores dos movimentos sociais.

A entidade promove e organiza atividades como cursos de formação, seminários, palestras, debates e encontros nacionais e internacionais de blogueiros. Além disso, o Barão também integra o Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), organização que agrega entidades com o objetivo comum de promover a pluralidade e a diversidade na mídia brasileira.

Para que você e/ou sua entidade ajudem a construir o Barão e fortalecer as mídias alternativas e comunitárias, disponibilizamos novas formas de contribuição. Além de ajudar o Barão a manter e ampliar sua atuação, o associado contará com preços especiais para participar das atividades promovidas pela entidade, entre outros benefícios. O Barão de Itararé depende de você para seguir adiante. Seja amigo do Barão e abrace a luta por uma mídia democrática!

Contribuição individual

MENSAL
SEMESTRAL
ANUAL
 
 Formulário para filiação

Veja abaixo as declarações de quem já é amigo do Barão

"Quem defende a liberdade de expressão deve ser amigo do Barão, entidade que luta bravamente por esse direito fundamental"
Luiza Erundina, deputada federal

"Sou amigo do Barão porque ele entra sem bater"
Paulo Henrique Amorim, jornalista

"A reforma agrária está bloqueada e conta com a sustentação ideológica dos meios de comunicação de massa. Precisamos apoiar todas as iniciativas que contribuam para democratizar a comunicação e acabar com a ditadura da mídia. O Barão é uma entidade que faz parte dessa luta. Participe e apoie o Barão!"
João Pedro Stedile, MST e Via Campesina

"Democracia consiste na possibilidade de múltiplos atores expressarem sua opinião. A criação do Barão significou colocar no jogo o mais importante contraponto à velha mídia até agora produzido pela Internet brasileira. Hoje, o Barão tornou-se um projeto suprapartidário de defesa da cidadania"
Luis Nassif, blogueiro

"Se me perguntassem por que ser amigo do barão, eu diria: por se uma ator estratégico na luta pela democratização da comunicaçã; por sua articulação com a blogosfera e sua ação de formação; e, também, por sua luta pela democracia, a caminho de uma sociedade justa."
Rosane Bertotti, FNDC e CUT

"Ser amigo do Barão é acreditar no sonho possível e na construção de uma condição de vida melhor para o nosso povo e, para isso, é imprescindível lutar por um novo marco regulatório para os meios de comunicação no Brasil. Confiamos que iniciativas criativas e inovadoras contribuem na construção de uma mídia alternativa capaz de fortalecer a unidade daclasse trabalhadora e, sobretudo, promover avanços na democracia e na soberania do nosso país."
Adilson Araújo, CTB

"Ajudar o Barão de Itararé é dever de quem sabe que a boa informação nunca vem de graça. A dele não se vende."
Paulo Moreira Leite, jornalista

"O Brasil precisa que jornalistas, comunicadores e intelectuais se juntem cada vez mais para encontrar maneiras de superar a gigantesca dívida informativo-social que penaliza o povo brasileiro. Em matéria de democratização da mídia, ainda estamos apanhando de goleada. A Centro de Estudos Barão de Itararé nasceu para juntar gente, organizar a luta, entrar em campo e virar o jogo em favor da democracia na comunicação. Seja amigo do Barão."
Beto Almeida, diretor da Telesur

 

"Ser Amigo do Barão é somar-se ao mais importante movimento pela democratização da formação da opinião publica no Brasil, sem o que nunca haverá democracia no país."
Emir Sader

"O Centro de Estudos da Mídia Alternativa “Barão de Itararé” tem, como maior proposta, dinamizar a comunicação no Brasil agindo de forma isenta, real e opinativa. Mais que informar, a meta é formar novos cidadãos e conscientizá-los de que eles podem fazer parte de um processo democrático a unir o País de Norte a Sul. Comunicar, hoje, é um dos pilares da Educação de que tanto o Brasil necessita. Orgulho-me, enfim, de fazer parte deste projeto".

Sylvio Micelli
Diretor de Imprensa da Federação das Entidades de Servidores Públicos do Estado de São Paulo (Fespesp)

O Centro de Mídia Barão de Itararé surge no quadro da luta pela democratização dos meios de comunicação, contra o monopólio exercido em nome de interesses antinacionais e antidemocráticos. Seus fundadores são pioneiros da luta pela verdadeira liberdade de expressão no país. Fortalecer esta entidade é uma das principais tarefas dos movimentos democráticos e populares.
Zé ReinaldoEditor do PortalVermelho

Ser conselheiro do Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé é mais do que uma honra, é um compromisso meu, de repórter e jornalista, firmado entre companheiros de ofício, todos eles, amantes do bom jornalismo. Juntos, ousamos dizer não aos péssimos modos da mídia hegemônica em nome de um jornalismo verdadeiro, honesto e solidário. Vida longa ao Barão!
Leandro Fortes

"Dize-me com quem andas e eu te direi se vou contigo", escreveu Aparício Torelli. Por isso, participo do Centro de Mídia Alternativa Barão de Itararé. Neste momento de transição para uma sociedade informacional precisamos reunir uma inteligência coletiva capaz de atualizar a luta democrática e a defesa da liberdade de expressão em um cenário de digitalização intensiva da nossa produção simbólica. É preciso defender a Internet livre e inclusiva diante do confronto cada vez maior entre as possibilidades jamais vistas de compartilhamento de bens culturais e as restrições e bloqueios impostos pelas grandes corporações que querem reduzir e controlar nosso poder comunicacional. Venha para o Barão!
Sergio Amadeu

Iniciativas como o Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé são necessárias e importantes não só pela proposta de debater a inadiável democratização da mídia mas também pela oportunidade historicamente inédita de se avançar no sentido do pleno direito à comunicação em nosso país. Apoiar o Barão de Itararé é contribuir para um país mais justo e democrático.
Venício A. de Lima

"É fundamental valorizarmos e prestigiarmos entidades e movimentos comprometidos com o pensamento crítico e a luta pela democratização da comunicação no país. O Centro Barão de Itararé vem preencher uma lacuna importantíssima na mobilização social e na difusão de ideias que contribuem para o esclarecimento público sobre a necessidade urgente de diversidade informativa e cultural no processo de aprofundamento da democracia. Ser Amigo do Barão, portanto, é unir-se, solidária e conscientemente, a uma entidade que coloca o direito à comunicação livre e plural como pressuposto para o pleno exercício da cidadania."
Dênis de Moraes

Sempre citei o Barão de Itararé para provar que ser de esquerda não é ser mau-humorado. É possível ser coerente, ter princípios, e manter o bom humor. O Barão de Itararé sempre fez isso, gozava os poderosos, brincava, e sua mensagem chegava ao povo com clareza, como jornalista e como político. O pessoal do Pasquim dizia que o Stanislau Ponte Preta era o pai do jornal, e o Barão era o avô. Então, nada mais adequado do que dar seu nome a um centro de estudos de mídia alternativa. Mídia honesta, com humor.
Mouzar Benedito

“Itararé é água que nasce da pedra, água limpa e abundante. O barão de Itararé é uma pedra no sapato dos poderosos da comunicação e lava a nossa alma”.
João Guilherme

Esse é um grande movimento que luta por uma verdadeira democracia na mídia brasileira, pela democracia na formatação de conteúdos, do acesso a boa informação, de estabelecer o contraditório a essa tentativa de fabricar consenso que a grande mídia Brasileira tenta manipular. O barão é o grande combatente a esse processo de monopólio.
Deputado Brizola Neto

Ser amigo do barão é um privilégio, porque somos amigos de um barão bem humorado, que tem feito a luta em prol da democratização dos meios de comunicação no Brasil, que tem sabido rir e lutar, que tem sabido comprometer-se profundamente com as lutas mais profunda da sociedade brasileira sem perder a ternura.
Deputado Emiliano José

Ser amiga do Barão significa apostar na democracia, na apropriação do conhecimento pela sociedade e contribuir para que os cidadãos se transformem em protagonistas e busquem sua emancipação. O apoio voluntário ao Instituto Barão de Itararé viabiliza um importante instrumento desta luta, pois terá mais força para realizar o trabalho amplo, consistente e conseqüente que vem desenvolvendo.
Deputada Jandira Feghali

É muito importante apoiar a entidade porque representa luta pela democratização dos meios de comunicação no país, a luta com consciência política, por participação, pode definições e por liberdade e garantir que no Brasil, seis famílias não dominem toda a comunicação no país.
Ivan Valente

A importância em ser amigo do Barão é porque a pessoa se incorpora, com todos os contatos que o Barão tem, a essa luta da gente para transformar as comunicações no Brasil. A pessoa passa a ser um sócio dessa batalha para fazer da comunicação no Brasil mais democrática.
Luiz Carlos Azenha

Ser amigo do Barão é ajudar a financiar um instrumento que tem sido fundamental na articulação de um processo por uma comunicação mais democrática no país.
Rodrigo Vianna

"A denúncia do poder midiático no Brasil e a formulação de propostas capazes de enfrentá-lo são essenciais para o aprofundamento da nossa democracia. Ao se integrar nessa luta o Barão de Itararé a fortalece e, por isso, deve contar com todo o nosso apoio".
Lalo

"O Centro de Estudos de Mídia Barão de Itararé aglutina lideranças das mais variadas frentes de atuação dos movimentos sociais na batalha pela democratização dos meios de comunicação. Com pluralidade, coragem e irreverência, o Barão de Itararé deu fôlego novo à organização das lutas em defesa de mais direitos para o povo sendo um importante aliado dos movimentos sociais. Por isso, eu sou mais que amiga, sou fã do Barão."
Lúcia Stumpf

“Se você é a favor da mídia alternativa e é leitor dos “blogs sujos”, você é amigo do Barão. Ser amigo do Barão é lutar pela verdadeira liberdade de expressão. Eu sou amigo do Barão.”
Fernando Morais

Considero o Barão de Itararé um instrumento fundamental para avançarmos na democratização dos meios de comunicação. Tal qual o Barão, nós da UNEGRO, não queremos silenciar ninguém, queremos oportunidade, através de regras justas e claras, de falar e que todos falem. Não podemos permitir que os latifúndios da comunicação seja o portador das "verdades".
Edson França

"O Barão de Itararé é trincheira destacada em uma das batalhas pela liberdade mais importantes de nosso tempo, a democratização dos meios de comunicação. Sem avanços sólidos nesse terreno, o país continuará subordinado à hegemonia oligárquica na produção cultural e de informação."
Breno Altman

"Ao contribuir para o fortalecimento do Barão de Itararé, você estará colaborando para o crescimento da luta pela democratização da comunicação no Brasil. É investimento com retorno garantido!"
João Brant

Ser amigo do Barão, além de estar em boa companhia, significa reforçar a luta pela democratização da comunicação, pela liberdade de expressão e ainda ajuda o país criar uma mídia popular e democrática.
Guto

Amigos/as, acredito profundament que para frtalecer a democratização da comunicação devemos criar instrumentos novos e livres e colocar-nos em rede e bem articulados para ter mais peso social e político. Sem nosso esforço em criar alternativas reais é árido todo tipo de ação 'contra os barões' da comunicação. Então, um bom caminho é "BARÃO contra barões".
Ermanno Allegri

O Barão de Itararé em pouco tempo de existência se tornou uma das entidades da sociedade civil indispensáveis na luta pela democratização da comunicação. Espero que nos próximos anos ele consiga avançar nos estudas da mídia livre e alternativa no Brasil, porque isso contribuirá bastante para qualificar os veículos que produzimos. Todo apoio ao Barão.
Renato Rovai

A grande mídia detesta as demandas do Centro Barão de Itararé. Pudera... A mídia monopolista detesta pluralidade, democracia, regulação e controle social. A mídia quer a lei da selva. Estranhamente o ministro Paulo Bernardo vai pelo mesmo caminho. A saída é fortalecer iniciativas como o nosso Centro de Estudos de Mídia Alternativa.
Gilberto Maringoni

"Iniciativas como a do Barão estimulam o debate e mobilizam a sociedade na construção de uma mídia mais democrática e representativa".
João Franzin

"A democracia brasileira só vaí efetivamente se consolidar com a democratização dos meios de comunicação. Se, nos anos 70, a mídia alternativa enfrentou a repressão da ditadura militar; hoje, o enfrentamento é com a ditadura do capital e do monopólio midiático. Por isto, o Centro Barão de Itararé é um espaço importante para aglutinar todos os inconformados com o monopólio da fala e lutar pelo maior espaço das mídias alternativas."
Dennis de Oliveira,
Professor da Escola de Comunicações e Artes e coordenador adjunto do Grupo de Pesquisa de Jornalismo Popular e Alternativo (Alterjor) da USP

O Barão de Itararé é tudo de bom. Nunca vi tanta camaradagem entre os participantes, muita generosidade e bom humor. Acho que é o Brasil que também nos faz mudar. A idéia de resgatar o Barão, sua qualidade jornalística, literária e humorista revitaliza o nosso escrever. E tendo como objetivo articular as diversas forças e personalidades para debates, troca de conhecimento e militância em torno de objetivos como a liberdade de expressão e massificação de uma nova comunicação no Brasil completa o acerto da proposta. Seja você também Amigo e Amiga do Barão.
Paulo Salvador

A iniciativa do BARÃO DE ITARARÉ possibilita aos trabalhadores terem mais uma ferramenta para disputar a hegemonia com seus eternos inimigos de classe. A guerra é dura e longa: bem vinda a nova ferramenta. Vamos usá-la.
Vito Giannotti

“É muito importante uma iniciativa como a do "BARÃO DE ITARARÉ" para a diversidade comunicacional brasileira. Mas, como?! exclamarão alguns. simples: trazer o barão para o centro da comunicação atual é buscar a essência da comunicação popular e inclusiva. "QUE VENGAN LOS TOROS".
José Sóter

Na luta por uma sociedade justa e igualitária, a democratização dos meios de comunicação é fundamental. E o Barão de Itararé é mais um importante instrumento nesta batalha.
Nilton Viana

Precisamos fazer pressão para que o governo tenha coragem de tomar medidas para enfrentar os interesses de classe da mídia burguesa, que ameaça a liberdade de expressão e democratização do Brasil. O Centro de Estudos Barão de Itararé tem cumprido um papel importante nessa luta, que é de toda a sociedade brasileira.
Igor Felippe Santos,
Setor de comunicação do MST

Está entidade fundada em 14 de maio de 2010 que reúne em seu conselho consultivo radialistas, jornalistas, blogueiros, acadêmicos, veículos progressistas e movimentos sociais ligados à luta pela democratização da comunicação. É ampla e plural, e foi criada para questionar as baixarias da mídia golpista. A FITERT apóia e se orgulha de ter uma representante nesta entidade.
Nascimento Silva, FITERT

"O surgimento do Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé contribui para fortalecer a luta pela democratização dos meios de comunicação e fomentar o debate sobre o direito universal à informação da sociedade"
Ronaldo de Moura

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar