Diversidade, identidade e direitos humanos: Flávio Gonçalves fala sobre a TV pública baiana

Comunicação
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Diretor-Geral do Instituto de Radiodifusão da Bahia (IRDEB), o jornalista Flávio Gonçalves recebeu o Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé na sede da TVE Bahia, em Salvador, no dia 2 de junho.

Na ocasião, Gonçalves falou sobre o papel cumprido pela Comunicação Pública no estado e o trabalho que isso exige, além de temas como produção local, combate à desinformação e uma grande sacada do canal: a transmissão do futebol baiano.

"Nos últimos anos, fizemos um grande investimento para ampliar o sinal da televisão, para que o povo baiano consiga, de fato, assistir à TV pública", explica. "Levamos o sinal digital para mais de 11 milhões de cidadãos e agora, com uma nova expansão, chegaremos a 13 milhões de baianos, ou seja, 80% da população poderá assistir, em sinal digital gratuito, o canal".

De acordo com o diretor-geral do Irdeb, foi fundamental o investimento na estrutura da TV: "Renovamos equipamentos, estúdios e toda a estrutura de transmissão ao vivo, a fim de entregarmos mais conteúdos de qualidade para a população", pontua. "Também ampliamos a produção dos conteúdos, com novos programas, transmissão de esporte, futebol - hoje a TVE é a casa do futebol baiano. A TVE é a emissora que mais exibe a produção audiovisual, de filmes e documentários, aqui da Bahia, além de programas de arte, cultura e entretenimento. Também tem jornalismo e, por fim, programas infantis".

A entrevista foi realizada por Felipe Bianchi. Curtiu? Deixe seu like, comente e compartilhe com seus contatos. Seu apoio é fundamental para ampliar o alcance do nosso trabalho!